Carta para Kanoê ❁

Já se foi mais de um ano. E eu ainda lembro. Em noites como a de hoje, eu com aquela mania de fingir conversar com alguém, imagino esse alguém me perguntando porque acabou. E hoje, na verdade já a algum tempo, tenho a resposta.

Eu nunca te tratei bem. Sempre achava que tudo estava errado, porque eu, com a minha alto suficiência, era a dona da razão. Sou uma pessoa, que apesar de não ter quase nada, prezo a minha independência. Sou orgulhosa, ciumenta, curiosa, prematura e manipuladora. E simplesmente joguei todas essas perfeitas imperfeições em cima de você, querendo que você fosse forte o bastante pra segurar todas e mais as suas próprias dificuldades.

Eu lembro que no início, apesar de toda dificuldade, de todo impedimento, de toda contra-mão, você me colocava no alto e fazia de um tudo pra melhorar o meu dia, seja com uma rosa vermelha (Sim, eu guardei as rosas), com uma carta ou com qualquer coisa delicada que você falava pra mim. Hoje eu reconheço o seu jeito, toda sem jeito. Sua vida era passada em outra via e eu, sempre uma menininha guardada na saia da mãe achava tudo aquilo um lixo e te tratava como tal, como a errada e a sem rumo.

Querida, eu ainda não sabia, não sabia o que você significava pra mim, durante os anos eu nunca soube. De primeiro foram tantos problemas e eu consumi e apodreci por dentro com todos eles, tinha tanto medo e tanta vergonha. Esqueci que você estava me ajudando e te tratei como um também.

Eu não sei exatamente quando, mas vi que você cansou. Eu não te culpo, não mais. Eu reconheci cada passo que você dava pra longe de mim. Já estávamos longe fisicamente e eu ainda tinha um relacionamento sério com minha auto-suficiência. Da última vez que te vi eu tive a certeza e vou te contar uma coisa amor, eu estava chorando não pelo filme que nós estávamos assistindo, mas porque eu sabia que o seu amor tinha acabado. Hoje eu reconheço que aquela sua vinda foi a sua última tentativa e eu mais uma vez te dei a certeza que não valia a pena.

Quando despertei não sei nem do que, já era tarde. Eu ainda não consigo ficar inteiramente bem por você, mas sei que com ela você está bem mais feliz, agora você pode ser você, com seus defeitos e loucuras, porque é assim que tem que ser, é assim que temos que viver, suportando os defeitos pra ter o melhor que puder em um momento crucial.

Caso um dia você lembre daquela garota totalmente desavisada, saiba que ela está tentando crescer. Está tentando aprender com os próprios erros, tentando jogar o orgulho fora e viver mais leve, pra caso um dia você à encontrar, ela possa te oferecer o melhor nos 40 segundos que tiverem. Que você possa ver que ela é outra, assim como ela espera de você. E que algo bom, qualquer coisa, um sorriso que seja, possa concretizar o que um dia vocês lutaram pra sobreviver.

Ah, e caso eu esqueça: Ela ainda sente saudades em tempos de chuva.

tumblr_mx4s1x0xd11szol4po1_500

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: