O filme da minha vida

 

Sem palavra pra começar, então vamos apenas fazer uma reflexão: O cinema brasileiro é bom! Avalie que, não é porque um filme não deu certo que todos os outros são uma M#$%. Então não me venha começar a leitura já torcendo o nariz para “O filme da minha vida”.

Ou será da sua vida?

O Filme da Minha Vida (dir. Selton Mello, 2017)
“Exatamente quando tudo vai mal ao nosso redor que é a hora de exaltar a beleza que à no planeta e no ser humano que o habita.

O filme se passa na década de 1963, na serra gaúcha e é uma adaptação do livro ” Um pai de cinema”, do Antonio Skármeta. Aliás, foi o próprio autor que decidiu fazer uma adaptação brasileira da história e tendo Selton Mello como diretor. Selton, inclusive, o convenceu a fazer uma participação no filme como o dono de um bordel.

O diretor deve ser mais do que um contador de histórias.  Ele deve ser um ilusionista.  Um mágico.  Um feiticeiro.  #diariododiretor   #ofilmedaminhavida   #abelezasalvaráomundo

A história começa de fato quando Tony Terranova, interpretado por nada mais que Johnny Massaro (que é um dos melhores atores da sua geração), volta para Remanso (Cidade fictícia), vindo da cidade grande, e no mesmo vagão que ele veio, o pai sobe e volta para a França, sua terra natal. Inclusive, o pai dele é interpretado pelo francês mais brasileiro que existe, Vicent Cassel.

802.5 mil seguidores, 715 seguindo, 1,509 publicações - Veja as fotos e vídeos do Instagram de bruna linzmeyer (@brunalinzmeyer)

O elenco do filme é muito rico, incluindo o próprio diretor e as atrizes Bruna Linzmeyer e Bia Arante que interpretam as irmãs Luna e Petra. As duas são responsáveis pelas sensações e descoberta da sexualidade do protagonista de maneiras diferentes.

A história do filme em si não apresenta coisas extraordinárias, afinal, quantos filmes que falam de separação entre pai e filho tem no mundo? Milhares. Mas esse filme é espiritualmente e esteticamente lindo. Todos os personagens do filme são sonhadores, da prostituta ao aluno pré-adolescente, da mãe ao pai, da namorada à cunhada. Todos com seus segredos e sonhos diferentes. É um roteiro que tem muitas tiradas interessantes nos diálogos (principalmente nos que incluem o Paco, interpretado pelo Selton) e que discute o cinema dentro do cinema. Eu particularmente gosto disso!

Vamo indo?    Em exibição nos cinemas.    @ofilmedaminhavida #OFilmeDaMinhaVida #ValorizeOCinemaBrasileiro

A história exala uma certa melancolia e até uma nostalgia. É como se fosse um bálsamo no meio desse ato político cinza que andamos vivendo, é um descanso da loucura, as pessoas estão precisando disso.

A fotografia ficou por conta de Walter Carvalho, que já fotografou Carandiru, Cazuza e Getúlio. Ou seja, as imagens vem com planos fechados, close e detalhes perfeitos. A trilha é compostas por um acervo de romantismo flertando com sentimento, muita coisa garimpada. E o figurino, “ah o figurino…”, pode-se dizer que Kika Lopes sabe o que está fazendo. Vale a pena, e se ainda der tempo, assista no cinema, vale o seu dinheiro.

"O filme da minha vida" de Selton Mello se estrena en BrasilPra quem ainda não sabe o Cidreira tem uma conta no Pinterest e no Spotify onde tem álbuns de fotografia e músicas de todos os filmes que são colocados aqui no Cine.

 

assiaturaa-flor

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: