5 motivos pra assistir a Trilogia Before

Esse mês eu propus no  insta do Flor de Cidreira que participássemos no desafio 30 dias de cinema, sendo que mostraria todos os filmes nos stories e caso vale-se a pena eu faria uma resenha de alguns deles. No desafio de Trilogia a minha escolhida foi a Before, que é composta por “Antes do Amanhecer, Antes do Pôr-do-sol e Antes da Meia-Noite”.

Essa trilogia foi gravada em um intervalo de 9 anos cada (1995, 2004 e 2013, respectivamente), sendo provavelmente a história de amor mais longa do cinema, e conta a história de Jesse e Celine, que se conhecem em um trem em Viena e decidem passar a única noite que tinham na cidade juntos. É uma sequencia cheia de romance e diálogos épicos. Então aqui vão 5 motivos pra você ver como essa história vale a pena!

ROTEIRO

Para mim faz muito sentido que esse roteiro tenha concorrido a alguns prêmios, pois diferente da maioria dos romances que nós assistimos ao longo da vida, ele não se preocupa em retratar a paixão idealizada e artificialmente dramática, pelo contrário.

Antes do Amanhecer (1995)
Antes do Amanhacer (1995)

Esse roteiro nos proporciona uma história a qual nos sentimos extremamente relacionados justamente pelo desenvolvimento e veracidade em que cada situação acontece, não girando em torno do amor, mas sim de todos os aspectos que circulam uma relação, fazendo com que ele se desenrole com muita naturalidade.

PERSONAGENS

Celine e Jesse são dois dos personagens que eu considero mais completos e bem construídos da história do cinema.

Eles não se distinguem com nenhuma forma atípica, não tem um passado perturbador, nem segredos obscuros, são seres humanos nem essencialmente bons nem ruins e por isso que conversam com o público tão bem, fazendo com que em pelo menos um dos filmes você se sinta familiarizado com algum dos dois, pensando muitas vezes que aquela história poderia ser sua.

Antes da Meia-Noite (2013)
Antes da Meia-Noite (2013)

A imersão dos atores nesse momento é indescritíveis, pois mesmo em muitos diálogos eles discordando e em alguns momentos do último filme eles estarem mais introspectivos, a química é óbvia.

DIÁLOGOS

Não vou mentir que quando comecei a assistir o primeiro filme e vi que existiam (Muitos!) planos sequência e que esses eram estritamente feito de diálogos eu pensei “Vou acelerar uns 30 minutos de filme pra ver se a monotonia passa”.

Antes do Pôr do Sol (2004)
Antes do Pôr-do-Sol (2004)

Bom, eu acabei não acelerando nada, e isso porque apesar de muitas vezes não serem românticos, esses diálogos são trocas de ideias, confissões e angústias do nosso dia-a-dia, divagando sobre todos os tipos de assunto e tendo opiniões muito bem formadas, o que os torna interessantes e acabam nos cativando e gerando aquela curiosidade de sempre querer saber o que vem depois. Esses diálogos poderiam ser outro personagem fácil fácil.

A HISTÓRIA

O ator Ethan Hawke, que interpreta o Jesse (E que também ajudou a dirigir os dois últimos filmes) fala de cada filme como se acontecesse nessa ordem: O que poderia ter sido (Antes do Amanhecer), O que deveria ter sido (Antes do pôr-do-sol) e O que é (Antes da Meia-Noite).

Antes da Meia-Noite (2013)
Antes da Meia-Noite (2013)

A medida que as história vão se passando você vê com clareza o desenvolvimento de crescimento, mudança e auto descoberta de cada um dos dois personagens individualmente, isso tudo sendo abordado de uma forma muito crua, o que me leva mais uma vez a falar que esse não é um romance como outro qualquer, isso porque ele não se restringe a mostrar apenas o conto de fadas da relação e sim os embates de uma convivência a dois.

CENÁRIO

Esse com certeza é um ponto pra se colocar em jogo pois cada um dos filmes se passa em uma cidade diferente. O primeiro em Viena (Áustria), o segundo em Paris (França) e o terceiro em Peloponeso (Grécia), e como eu já havia mencionado antes, o filme é feito de planos sequencia (O que me admirou, pois como vimos os diálogos são complexos e devem passar a sensação de que aquela conversa esta mesmo acontecendo casualmente). Praticamente todos os planos são filmados enquanto eles caminham por essas cidades, o que nos trás vistas maravilhosas.

Before Sunrise
Antes do Amanhecer (1995)

E uma coisa que me chamou atenção, em especial no Antes do Amanhecer, é que no fim do filme todos os lugares pelos quais eles passaram são mostrados novamente, dessa vez sem eles, fazendo com que o espectador tenha aquela ideia de algo que vai ficar na memória.


Depois disso tudo só posso pedir pra quando assistirem, que me contem o que acharam. Estou louca pra saber qual o seu preferido!! Eu tenho uma dica do meu: Julie Delpy cantando “One single night with you little Jesse” valeu pelo filme todo, rs. 

assiaturaa-flor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: