Desacelerar

DESACELERAR…DE-SA-CE-LE-RAR… desacelerar…

1. transitivo direto e intransitivo – fazer perder ou perder a aceleração (de); diminuir a velocidade (de);.

2. transitivo direto e intransitivo – retardar o ritmo progressivo (de).

Agora eu estou aqui, sentada na calçada na frente de casa, pensando em como desacelerar. Cheguei na conclusão que isso é apenas um tipo de metáfora romantizada que usaram pra nos iludir, só pode. É algo que eu simplesmente não sei como fazer. Há sempre uma necessidade de estar fazendo algo, resolvendo algo, sempre produtiva e útil.

Eu demorei um pouco a entender isso tudo que estava acontecendo com o mundo. Na primeira semana em casa tentei a todo custo ser produtiva. Limpei a casa, arrumei meu quarto, coloquei várias coisas abaixo e levantei de novo. Com uma expectativa enorme que logo iriam me chamar de volta ao trabalho, então me neguei a relaxar. Teria que estar ali, ativa e a espera.

Agora, com um pouco mais de um mês de confinamento, eu já me desliguei um pouco da espectativa do trabalho e foquei em outras coisas. Faço uma agenda pra todo dia que vai de fazer o almoço, escrever, estudar, terminar uma leitura, fazer uns exercícios e algumas pinturas. Mas alguma coisa continua aqui me rodeando e me cobrando. A consciência realmente é algo que nos cobra em juros.

Passo os dias me obrigando a acordar razoavelmente cedo mesmo com sono pra me sentir menos culpada. Não consigo passar um dia assistindo séries ou filmes por também me sentir culpada. Ficar um dia inteiro sem fazer absolutamente nada então, Deus me livre. É algo tão enraizado em mim que até se eu for assistir uma televisão, tem que ter um livro do lado, uma agenda ou qualquer outra coisa que faça parecer útil. Quem vive assim?

No final das contas, a verdade é que já somos pequenas marionetes desse mundo rápido em que vivemos. Já aprendemos a dançar a música que ele canta e que nós embala todos os dias de nossas vidas.

Eu acredito que tudo acontece por algum motivo, e esse momento do mundo não é à toa, a ideia é justamente você reaprender a respirar, a olhar devagar, a escutar e respirar mais uma vez. É assim que deve ser. E gostando ou não, sendo fácil ou não. Vamos ter que aprender ou melhor, reaprender, o que já deveria ser da nossa natureza. Sigo na esperança de DE-SA-CE-LE-RAR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s