O Sol de Barra Grande – Piauí

Hoje (13/06) é dia do turista, e eu esperei chegar esse dia pra começar uma categoria muito legal aqui no Cidreira sobre lugares. Sim! Aqui já falamos de moda, comida, livros, cinema, tudo o que eu amo. Mas acho que nunca parei pra falar da minha maior paixão: Conhecer o mundo!

Desde muito cedo tenho aquela fome de conhecer coisas novas, novos lugares, novas cultura. É algo que me motiva. Eu não conheci tantos lugares assim, muito pelo contrário, mas todos os poucos que conheci aprendi muita coisa e quero compartilhar.

A primeira vez que me senti turista de verdade foi a uns 4 anos atrás. Eu sou de Parnaíba, no litoral do Piauí, e nessa ocasião fui visitar Barra Grande, um vilarejo a mais ou menos 1 hora e meia de Parnaíba. Naquela época ele estava começando a se “montar” digamos assim. Já haviam alguns gringos abrindo pousadas e restaurantes, onde normalmente os nativos trabalham, mas construções e grandes hotéis haviam pouquíssimos. Pra mim era o que menos importava, o que eu mais queria era conhecer como se vivia lá mesmo.

A minha cunhada mora nesse vilarejo, então depois disso já fui algumas vezes por lá, e todas elas eu descubro alguma coisa nova. Fiquei me perguntando o que poderia mostrar pra vocês primeiro, o que poderia fazer vocês quererem conhecer esse lugarzinho tão especial pra mim. Eu não tive dúvida, iria mostrar o sol pra vocês.

Como assim, Irvie? Gente, o pôr e o nascer do sol na Barra Grande foi o que mais me impactou na primeira vez que fui lá, e é uma das coisas que me faz querer voltar toda vez. Me senti acolhida demais.

Chegamos lá no final da tarde e my love me levou direto pra beira da praia pra ver o pôr do sol. Eu nem soube lidar com tanta beleza, eram tantas cores que eu não acreditei. Dancei, pulei e por fim me sentei pra apreciar ele sumindo de vista em meio aos vários kits surf que pareciam voar. Foi tanto amor que pedi pelo amor de Deus que acordássemos cedo no outro dia pra ver ele nascendo outra vez.

ULA ULA me parecia apropriado pra essa hora

Levantamos quando ainda estava escuro e fomos caminhando pra praia, quase correndo pra ver o sol de pertinho. Ele vinha lá do fundo, e mesmo ainda sonolenta e com a cara inchada de cansaço, consegui sentar e apreciar. Ele sempre nasce por lá bem mais “frio” do que quando se põe, mas não tem problema era lindo do mesmo jeito.

MY LOVE ❤

Eu só queria mesmo nesse dia deixar em você uma sede de conhecer o mundo, todo ele, nem que você comece ai pertinho de onde está. Temos que viver, e apreciar as coisas que Deus deu à gente é uma boa forma. Eu ainda tenho muito sobre Barra Grande pra falar, mas por enquanto, deixo aqui esse gostinho de quero mais. Me conta o que você quer saber sobre esse vilarejo e me dar dicas de onde visitar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s